F.F | e-Stratégia Pública® desenvolveu o seguinte conjunto de metodologias, indicadores e índices, todos próprios, testados e aplicáveis às áreas de gestão e avaliação do setor público:

BINPS® Benefícios sobre investimentos públicos

Metodologia desenvolvida no pós-doutorado de Florencia Ferrer, na USP, que mensura e calcula a economia provocada pela inovação nas políticas publicas (incorporação de TI e ou desburocratização) reconhecida como melhor prática por organismos internacionais e vários governos.

Calculadora da Economia®

Site que publica o resultado da Metodologia BINPS®. O diferencial entre os processos é o índice que movimenta a calculadora, que informa quanto o Estado e o cidadão economizam graças à utilização dos novos processos.

IA e-Gov Índice de aderência a governo eletrônico

Este índice foi desenvolvido em um trabalho para a Corregedoria Geral da União, patrocinado pelo Governo Britânico. Ele parte da tese, segundo a qual, quanto maior o nível de desenvolvimento de e-Gov menor a chance de corrupção. O IA e-Gov demonstra o grau de eficiência e eletronificação de qualquer processo inerente à gestão pública. Partimos do raciocínio de que quanto maior o número de atividades desnecessárias, que não agreguem valor e que sejam feitas de forma manual, maior será a chance de erros, desvios e práticas de corrupção. O IA e-Gov explora positivamente esse conceito: uma análise processual, clara e objetiva por meio de uma mensuração fundamentada por estágios de Governo Eletrônico.

Indicadores de uso de poder de compra de estado de MPE

Este conjunto de indicadores que resulta em um índice tem como foco identificar a real situação da implementação da Lei Complementar 123/06 – Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas – nos estados brasileiros, verificando se as ações regulamentadas estão efetivamente funcionando. Além de mensurar, este índice aponta as principais causas dos problemas, dando subsídios para construir estratégias de superação dos mesmos.

Mensuração de maturidade de compras públicas

Este índice foi desenvolvido com o foco de diagnosticar os principais aspectos das compras públicas e da gestão estratégica de suprimentos dos estados brasileiros. Foram estudadas as seguintes frentes: compras, contratos, convênios, patrimônio, frotas e potencial de cooperação.

Mensuração de maturidade de e-Gov

Metodologia de avaliação dos serviços eletrônicos aplicada a governos subnacionais: proporciona um marco de referência válido para avaliar a concretização dos objetivos buscados pelos órgãos públicos na implementação dos serviços de Governo Eletrônico. Ela é usada como base para o desenvolvimento da estratégia de migração dos serviços avaliados, que orienta a elevação do nível de desenvolvimento de e-serviços, com foco na melhoria da qualidade do gasto publico e na eficácia e eficiência de sua entrega.

Metodologia de orientação de melhoria da qualidade do gasto público

Após identificar e classificar as principais famílias de produtos e serviços de despesa no setor público, desenvolvemos uma metodologia que permite diagnosticar as fontes de desperdício e orientar as principais ações de resolução. As principais frentes estudadas são: Suprimentos, TI, Serviços Gerais, Utilidade Pública (água e esgoto, energia elétrica), Transporte, Alimentação, Saúde e Telefonia.

Mensuração de maturidade de atendimento ao cidadão

O foco é mensurar o estágio no qual um determinado estado se encontra em relação ao atendimento ao cidadão, partindo do atendimento tradicional para um modelo citizen-centric-oriented, com integração presencial e/ou virtual desses serviços. Para isto são considerados os seguintes aspectos: Tecnológicos (plataforma tecnológica, infraestrutura requerida); Organizacionais (formato organizacional, estrutura de BackOffice, regimes de emprego, associação aos processos de simplificação administrativa); Gestão da qualidade dos serviços (cartas de serviços, indicadores de qualidade e desempenho, compromissos de qualidade do serviço, pesquisa de satisfação, políticas de incentivo); Custos de operação, modelo de negócio e sustentabilidade; Marco legal e normativo de funcionamento.