Governo do Equador DIGERCIC (2011)

O projeto teve o objetivo de avaliar os impactos econômicos da inovação no processo de identificação dos cidadãos e o desenvolvimento de uma política de autossustentabilidade do órgão a partir de mecanismos de subsídios cruzados.

Com a proposta implementada, conseguiu-se a superação do déficit verificado anteriormente através de uma reversão positiva, que ao final apresentou-se como superávit.

O Equador passa, nos últimos anos, por um processo de profunda transformação do Estado e, entre outras metas, o país pretende identificar, com o novo documento, todos os cidadãos até 2014. Isto significa estender de forma universal a condição cidadã para toda a população. F.F | e-Stratégia Pública® foi convidada para analisar e propor as mudanças que necessariamente devem ser introduzidas nos processos de identificação das pessoas, tecnológicas ou não, para que esta meta seja uma realidade conduzida com uma otimização em termos do gasto público.

O trabalho da consultoria teve como base a metodologia BINPS®.

Foram desenvolvidas as seguintes ações e sugestões de implementações:

  • Propostas para melhoria de processos que provocarão uma economia do tempo dos servidores envolvidos, assim como uma grande economia provocada pela eliminação de atividades desnecessárias. Adotando estes critérios se eliminou grande parte dos custos desnecessários tanto para o Estado como para o cidadão.
  • Definição de metas de redução de despesas de 40% do orçamento, por eliminação de retrabalho e erros processuais.
  • Desenvolvimento de uma política de preços diferenciais, para atender de forma gratuita os direitos fundamentais, permitindo que todos os cidadãos equatorianos tenham sua condição de cidadania garantida.
  • Propostas de sustentabilidade do Registro Civil por meio do uso do mecanismo de subsídio cruzado alcançando um superávit no processo de identificação com os mecanismos de preços propostos.